sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Um Ano Novo ou Um Novo Ano?

Um Ano Novo ou Um Novo Ano?

“Nele vocês também estão

sendo edificados juntos...” ( Ef 2:22a).

Toda a nossa vida se move no tempo. Há um passado com suas gratas memórias, que nos fazem bem a lembrança, cuja acumulação de experiências constrói o nosso ser e nos edificam; e memórias ingratas, que é melhor esquecer, especialmente as memórias das nossas falhas e das falhas dos outros em relação a nós. Quanto ao passado – aos Anos Velhos – vivemos entre as memórias da graça e a memória das desgraças.

Nosso tempo de hoje é o resultado desse tempo de ontem, mas o tempo de hoje é uma breve passagem em direção ao tempo do amanhã, com seus sonhos e seus temores, seus alvos e suas dúvidas, suas aspirações e suas inseguranças. Se não podemos fazer mais nada em relação ao passado, apesar do seu caráter de imponderável e da soberania de Deus, podemos fazer algo pelo futuro: pensar, planejar, decidir, comprometer.

Na mera troca de folhinha, se vai o Ano Velho e chega o Ano Novo, em seu ciclo periódico, até a nossa morte.

Mas, o Ano Novo pode vir a ser um Novo Ano, um ano qualitativamente diferente, abençoado e abençoador, em nossas respostas à voz de Deus em nossas vidas, e nos relacionamentos e empreendimentos que participarmos, como novos objetivos, novos valores, novas prioridades.

Para os servos do Senhor as coisas velhas podem sempre se tornar em coisas novas.

Como cidadãos do Reino do Céu, nossa presença no Reino da Terra pode contribuir para um mundo novo, menos violento, menos injusto, menos desonesto, menos mentiroso, menos hipócrita, menos opressor, menos discriminador. Podemos ser mais“sal” e mais “luz” para o mundo em 2011?

Entre a avaliação do Ano Velho, e a construção do Novo Ano, passamos pela consciência da finitude e do pecado, pela necessidade do arrependimento, pela busca da santificação.

Mas, como construir o Novo em uma Igreja tão marcada pelo Velho: o divisionismo, o isolacionismo, o caciquismo, o sectarismo, o moralismo, o legalismo, os cismas, as heresias? Um mundo novo e sadio a partir de uma Igreja enferma?

Entre a pessoa nova e o mundo novo, há a Igreja nova, a família nova, a comunidade nova, o trabalho novo, o país novo, os hábitos novos, e, tantas vezes, pessoas novas, ou relacionamentos re-novados (feitos novos outra vez!).

Não sejamos meros espectadores do virar da folhinha do Ano Novo, mas, em Cristo, construtores do Novo Ano.

Um abençoado 2011 para todos!

São os meus votos, com as minhas orações.

Recife (PE), 31 de dezembro de 2010,

Anno Domini.

+Dom Robinson Cavalcanti, ose

Bispo Diocesano

Secretaria Episcopal

Diocese do Recife - Comunhão Anglicana
Visite nossa página: www.dar.org.br

Siglas e Abreviaturas da Área de Segurança do Trabalho



Veja no site

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sobrando vagas

Em vários setores, principalmente da construção civil temem a falta de mão de obra.

O longo e penoso processo de sucateamento que vitimou a educação pública brasileira no decorrer das últimas décadas começa a mostrar seus nefastos efeitos para o Brasil. Exatamente agora, quando as taxas de expansão do Produto Interno Bruto quebram recordes históricos e o volume de criação de empregos surpreende até mesmo os empresários mais otimistas, o País passa a se deparar com um problema há muito anunciado: a falta de mão de obra qualificada para sustentar um ritmo de crescimento acelerado e sustentável. Não importa o setor, não importa o nível de qualificação exigido e nem mesmo a região. O problema é crônico e atinge de forma quase homogênea as diferentes regiões. Pior: tende a agravar-se pelos próximos anos sem condições de acompanhar o ritmo de expansão do PIB, previsto por todos, governo, empresários e analistas econômicos.

Numa pesquisa realizada pela IBM no segundo semestre deste ano, presidentes brasileiros de grandes empresas apontaram a falta de profissionais qualificados como um dos principais entraves ao crescimento do seu ramo de atividade nos próximos cinco anos.

Preocupado com os prejuízos iminentes, o Ministério do Trabalho conseguiu ampliar em R$ 300 milhões os recursos para a qualificação profissional. Mais de 400 mil trabalhadores participaram de cursos oferecidos pelo governo. Mas, nas palavras do próprio ministro, Carlos Lupi, isso está longe de ser o suficiente para resolver um problema que só tende a se agravar. O Brasil tem anualmente necessidade de qualificar 4,5 milhões de pessoas, sem contar os que deveriam ser requalificados”, diz Lupi.

Escolas ruins, trabalhadores ruins...

Num país com deficiências profundas no sistema educacional e uma massa de oito milhões de desempregados. Os problemas brasileiros não passam despercebidos pelo resto do mundo. Segundo um estudo do Banco Mundial sobre os impactos do conhecimento e da inovação na competitividade brasileira, o País perderá oportunidades na expansão da economia por “falta de investimento em educação e qualificação profissional”.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo

Renew it takes!

The Universe is pure movement and is in constant renewal.

In nature everything is renewed every moment.

This is the law!
The principle of renewal are subject to natural law of life.

We all and all in constant motion and change, although there is among human beings who are still resistant to change and who go against the laws of nature and choose to remain in stagnation.

Life is an access route for the growth and evolution of species, particularly the Human kingdom, the universe always has the means to promote and assist us in the process of growth and evolution.

Situations arise in every instance by providing opportunities for all.
We need to make decisions and have the courage to go fight and stop waiting for happiness without effort.

Not demanding of others what we often do not. We must lay aside the criticism, invest seriously in our work towards our growth and achievement for us to be happy and also bring happiness to the world, not forgetting that all opportunities are given to us by the Universe.

Let us give thanks for life and all we have in life. All Even! Even the difficulties and adversities that present themselves, which are nothing more than the great opportunities of testing how much we can do.

No one can move toward the new one remains blocked, contaminated by old and do not get a chance. See change as a rung higher on the ladder that you climb in life.

Time waits for no one.

Make yourself your time, move while you can, because if you do not make a decision at any one time, or some fact or circumstance may handle the process and make changes and transformations in your life.

The responsibility towards life is individual and nontransferable. You can and is able! Test yourself! Have courage! Write yourself in the book of your life, make it a work of art.

Love forever unrewarded! Look for Wake on high ideals. Respect everyone and everything regardless of what they think and what they do. For us not to judge anyone, and each will answer for his own life before a Law of Life.

Help those in need, and always have a word of encouragement and courage to your neighbor. Plant trees, flowers, take care of nature, animals, rivers, finally, respect the planet we live and who so generously offers you everything you need. Do not forget you too can be a winner!

Happy New Year!

Trabalhar em excesso não significa trabalhar melhor

Há quem diga que trabalhar demais está na moda, ou que dá status profissional. E ainda existem os que batem no peito e dizem: "Estou há mais de três anos sem férias", como se o fato de trabalhar sem parar fosse positivo. Pois bem, os especialistas dizem que não é. Um estudo realizado na Inglaterra concluiu que trabalhar três horas a mais que normal (de sete a oito horas diárias) expõe a pessoa a um risco 60% maior de desenvolver problemas cardíacos. "Algumas empresas expõem seus profissionais a rotinas de trabalho que, além de serem extremamente puxadas, também são por demais estressantes", adverte a consultora de recursos humanos e recolocação profissional, Daniela Camargo.

“ Quando você se esforça, colhe os resultados na frente. Porém, o que não pode acontecer é o desequilíbrio, ou seja, fazer com que isso comprometa outras partes da sua vida que, por sua vez, comprometerão também o trabalho", explica.

Quantidade não significa qualidade, mas muitos workaholics (expressão em inglês que designa uma pessoa viciada em trabalho)  não percebem a diferença. Isso porque nem sempre eles conseguem identificar seu próprio vício. Para a empresa, um workaholic pode até trazer benefícios em curto prazo, mas no futuro, com certeza, irá mostrar os problemas de se trabalhar demais. E se você parou alguns minutos da sua rotina para ler este texto e já vai voltar ao seu mundo alucinado, saiba que aos olhos do empregador, uma pessoa que normalmente permanece depois do horário pode significar um profissional de baixa produtividade. "É importante que o profissional tenha em mente que trabalhar bastante deve ser uma rotina com base na demanda e no interesse, e não pelo simples fato de trabalhar mais. Não vejo excesso de esforço como um ponto negativo.

Dicas para organizar melhor o tempo

- Distribua suas tarefas. Crie um processo para delegar atividades para outros colegas de trabalho;

- Tenha muito claro para você seus objetivos profissionais e pessoais, e saiba pesá-los;

- Saiba dizer não. Seu chefe tem que saber que existe vida além do trabalho, pelo menos para você;

- Coloque na sua lista de compromissos os pessoais também. E cumpra-os;

- Não leve trabalho para casa, a não ser que seja extremamente necessário;

- Tenha uma atividade de lazer;

- Almoce todos os dias e deixe o trabalho de lado enquanto come;

- Reserve ao menos um dia por semana para não fazer nada relacionado ao trabalho.

Fonte: Administradores
Ilustração: Beto Soares/Revista Proteção

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Citibank deixa funcionário trabalhar em casa


Para driblar perda de produtividade com trânsito, banco mantém 186 funcionários em casa e 301 com horário flexível.

Condições de trabalho são avaliadas; presidente destaca ganhos de eficiência e mais motivação.

Eduardo Borloni, gerente de tecnologia do Citibank brasileiro, trocou uma hora e meia diária do trânsito caótico de São Paulo por um MBA.


Flávia Kamoi, também gerente de tecnologia do Citi, voltou a fazer ginástica e ainda consegue jantar às 19h com os três filhos pré-adolescentes.

Os dois fazem parte de equipes que tocam projetos internacionais, trabalham no desenvolvimento e na implantação de tecnologia bancária, mas estão fisicamente no conforto de suas casas.

Só o Citibank tem 301 funcionários com horário flexível e 186 que trabalham de casa, vários deles dando suporte técnico a "clientes internos" da administração e da rede de agências.

Nenhum trabalha de pijama nem sentado na cama. Antes de liberar o funcionário para trabalhar em casa, o Citi manda uma equipe para avaliar e proferir um laudo sobre as condições de trabalho na residência.

Eles tiram fotografias do local, medem ruído e conferem as condições ergonômicas de mesas e cadeiras onde o funcionário trabalhará.

Quem adere ao programa assina um aditivo ao contrato, que garante cobertura de acidente de trabalho. Além da assistência jurídica, há um acompanhamento da adaptação do funcionário.

"Não é porque estou em um projeto importante que tenho que estar no banco. Não tenho mais mesa, nem as fotos das minhas filhas. Mas voltei para a minha ginástica depois de dez anos. Posso terminar o trabalho e sair para jantar perto de casa com meus filhos. Ganhei várias horas no meu dia", disse.

No Citi, não são todas as funções que podem ser remotas, e nem todos os funcionários conseguem se adaptar. Alguns ficam ansiosos por não ver o chefe ou ter contato com os colegas.

"Eu não estava nunca em casa; de repente, eu e minha família tivemos que nos adaptar. Em casa, temos algumas regras. Quando estou com a porta fechada é porque estou em reunião ou falando com o chefe. No horário do café, converso com as meninas. A gente tem de tomar cuidado para não misturar as coisas. Tive que aprender a lidar com isso", disse Flávia.

Em casa, cada funcionário tem o seu ramal e um notebook específico para se conectar à rede do Citi. As despesas com o trabalho, como conexão à internet por banda larga, são pagas pelo banco.

Se a internet cai ou falta luz na residência, o que não é raro em São Paulo, eles saem correndo para as salas de contingência do banco preparadas especificamente para receber com urgência os funcionários remotos.

Segundo Gustavo Marin, presidente do Citibank no Brasil, a flexibilidade traz motivação, produtividade e criatividade dos funcionários. O banco também ganha eficiência aproveitando melhor seu espaço físico.

"Com o blackberry estamos todos conectados e trabalhando muito mais. Se vai entrar mais tarde ou sair mais cedo, o importante é o resultado", disse Marin.

Governo Federal também testa o teletrabalho em casa

Mesmo sem previsão legal, setores do governo federal começam a liberar funcionários para trabalhar em casa. Pelo menos cinco órgãos da União já têm ou estudam adotar o teletrabalho.


O primeiro órgão federal a adotar o modelo foi o Serpro, empresa de informática vinculada ao Ministério da Fazenda. A iniciativa surgiu com um projeto piloto em 2006. No ano passado, o TCU (Tribunal de Contas da União) também aderiu.

Este ano foi a Receita Federal, também com um piloto. Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal se preparam para aderir.

Regulamentação prevê horário flexível, mas sem hora extra.
Fonte:
Andreza Matais
Dimmi Amora
de Brasília- DF
Toni Sciarretta
de São Paulo - SP

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

CULTO DE NATAL, Igreja Anglicana - FOTOS

Queridos irmãos
Foi uma benção o culto de Natal no PM Pentecostes.
Comemoramos juntos o nascimento de Jesus com Pregação da Palavra, apresentação de Dança Sacra e Comunhão. Contamos com a presença de muitos visitantes, além dos membros da igreja. 
Agradeço a todos que puderam estar conosco neste dia, presencialmente e via interntet, assistindo ao vivo a transmissão do culto.
Segue abaixo algumas fotos deste dia especial.
Em www.anglicanapentecostes.com.br você pode assistir ao video do culto inteiro


A paz de Jesus a Todos

Valdolirio Junior
Ministro Local

Igreja Anglicana
Ponto Missionário Pentecostes
www.anglicanapentecostes.com.br






 


 

domingo, 26 de dezembro de 2010

Um basta à humilhação na Samsung!



A Justiça do Trabalho de Campinas concedeu antecipação de tutela, determinando que a Samsung deixe de utilizar métodos de punição aos funcionários que não estejam previstos em lei, como gritos e tratamento humilhante. A decisão, que determina o fim do assédio moral dentro da empresa, atende os pedidos de ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Trabalho, "ante os abusos praticados pela chefia na fábrica da Samsung em Campinas- SP".

A liminar concedida pelo juiz André Augusto Ulpiano Rizzardo, da 8ª Vara do Trabalho de Campinas, determina que a Samsung deixe de utilizar meios de punição senão os previstos na lei. Se descumprir, a empresa pagará multa de R$ 10 mil por trabalhador que for vítima de assédio moral.

Segundo investigações, os chefes coreanos da Samsung tratam empregados de forma vexatória, por meio de conduta desrespeitosa e agressiva. Em depoimentos, ex-trabalhadores afirmaram que eram ofendidos de forma pelos supervisores, com gritos e palavrões. Um dos ex-empregados disse, em depoimento, que "as agressões verbais proferidas pelos gerentes e supervisores coreanos eram rotineiras no ambiente de trabalho".

Duas depoentes afirmaram que era comum presenciarem trabalhadoras chorando nos banheiros e que "os supervisores ameaçavam de demissão os funcionários com produção atrasada".

O inquérito apurou que ocorreram muitos afastamentos do trabalho, em razão de problemas de saúde: depressão, estresse e síndrome do pânico - "justificados pelas humilhações impostas pelos superiores" - segundo o MPT. Em audiência, a representante do sindicato da categoria esclareceu que as situações relatadas “de fato acontecem na empresa, especialmente quando há treinamento realizado por coreanos”.

Disse também que "os supervisores dos setores advertem pessoalmente e em sala pública os funcionários que cometem algum tipo de falha". Nessas ocasiões o empregado também sofre ameaças de demissão.

Em sua defesa, a Samsung sustentou que "cumpre rigorosamente a legislação vigente", recusando-se a firmar um acordo extrajudicial perante o MPT. No mérito da ação, a ser decidido na sentença, o MPT pede "o comprometimento da Samsung em estimular o respeito mútuo entre superiores e subordinados, no sentido de promover ações internas que coíbam o assédio moral", além da condenação por danos morais coletivos no valor de R$ 20 milhões.

Crédito:
SINDICATO DOS TÉC.SEG. PARANÁ

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Senar lança curso Saúde Rural – Programa Qualidade de Vida

A programação de cursos da EaD Senar acaba de ganhar mais um título. Criado com o intuito de proporcionar a melhoria da qualidade de vida das pessoas do meio rural, o curso Saúde Rural – Programa Qualidade de Vida oferece informações sobre prevenção, redução e neutralização dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho rural, promovendo e melhorando a saúde dos produtores e seus familiares.

Dividido em quatro módulos – Cuidados básicos de saúde, Prevenindo a intoxicação, Violência, Câncer e medidas de prevenção, e Zoonoses e prevenção de doenças ocupacionais – o programa tem duração de 40 dias com carga horária de 30 horas.

Entre os assuntos abordados há desde conceitos de higiene pessoal, cuidados com a alimentação, a importância da vacinação e de outras medidas preventivas à doenças, o uso de métodos contraceptivos e de proteção à doenças sexualmente transmissíveis, até os riscos do uso abusivo de álcool e tabaco e sua consequente relação com a violência doméstica.

As aulas incluem ainda questões ligadas a rotina do trabalhador, incluindo cuidados necessários após o manuseio de agrotóxicos, medidas emergências nas intoxicações por agrotóxicos e outros produtos, a importância do uso de equipamentos de segurança, e como proceder mediante acidentes com animais peçonhentos e não peçonhentos no meio rural.

"O curso possui um conteúdo que atende perfeitamente não só pessoas do meio rural, como também dirigentes, sindicatos rurais e estudantes de cursos como Direito, Serviço Social, Sociologia, Agronomia, Engenharia Agrária, Veterinária, Zootecnia e outras áreas afins", explica Ademir Marcon, gestor da EaD Senar.

Após efetuar matrícula no site eadsenar.canaldoprodutor.com.br, o aluno terá acesso gratuito ao ambiente on-line 24 horas por dia durante todo o período do curso para que possa estudar os conteúdos e realizar as atividades.

Além de contar com um ambiente de aprendizagem intuitivo e que facilita a comunicação e interação entre os participantes do curso, o aluno contará com a ajuda do tutor - que dará orientação, apoio e atendimento diário sobre os assuntos abordados no curso através de e-mail e ferramentas como fórum e bate-papo - ; e também com o auxílio da monitoria, que permanece à disposição para responder dúvidas relacionadas ao uso do Ambiente de Aprendizagem e sobre como estudar à distância.

FONTE

Companhia da Informação
Beatriz Camargo - Jornalista

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

XXVIII SIPAT do SENAI - PB

Tendo como finalidade a divulgação dos conhecimentos de Segurança e Saúde do Trabalhador, foi realizada nos dias 16 e 17 do corrente mês, a XXVIII SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho no SENAI/CEP-ORC do Distrito Industrial de João Pessoa -PB.
O evento foi um dos resultados das ações que vem sendo desenvolvidas pelos membros da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho), a qual, tem buscado conscientizar os colaboradores sobre a importância da prevenção de acidentes.
Diante disso, a CIPA preparou a programação, com o objetivo de levar à discussão além de assuntos obrigatórios, alguns temas que se voltaram para problemas que foram identificados, com o objetivo de solucioná-los e, promover a reflexão dos colaboradores que participaram das palestras.
A abertura do evento contou com a presença da gerente do Centro, Maria Sônia Oliveira Queiroz, que falou da importância do evento e da Saúde e Segurança do trabalho em nossas atividades diárias. Em seguida, a presidente da CIPA, Kelle Kristhiane Melo do Nascimento,  falou sobre a oportunidade de reflexão sobre os assuntos que, a partir de então, seriam apresentados, dando início às atividades da XXVIII SIPAT.
Assim, durante o dia 16, no período da manhã, houve a participação do Sr. Abelardo Júnior, Auditor Fiscal da SRTE-PB que realizou uma palestra sobre Ergonomia na Indústria e, em seguida, do Sr. Alan Nascimento, Técnico em Segurança do Trabalho, que explanou sobre os procedimentos recomendados após Acidentes de Trabalho.  Já no período da tarde, o Sr. Laércio Silva, Coordenador do Curso de Segurança do Trabalho, da UNEPI, tratou do tema relacionado à Pragas Domésticas.
No dia 17, durante o período da manhã foi apresentado pela psicóloga, Alessandra Bezerra, do SESI o tema Uso do Álcool x Comportamento Sexual e, durante a tarde tivemos a palestra do Engenheiro Ambiental, Cassius Vinício Bezerra, colaborador deste Centro, que falou sobre Sustentabilidade. Para finalizar o evento, tivemos a participação do Sr. Francisco de Assis, o qual, discutiu ministrou a palestra sobre Segurança no Trânsito.
Houve sorteio de diversos brindes durante os intervalos das palestras e os colaboradores, ainda, tiveram a oportunidade de participar de aula de ginástica laboral. Através da presença de uma unidade odontológica móvel, foi possível realizar diagnósticos e receber orientações sobre saúde bucal.
A XXVIII SIPAT foi marcada por uma mistura de integração, diversão e estudo da Saúde e Segurança do Trabalho, o que resultou na satisfação percebida em todas as pessoas presentes neste evento. 
Colaboração/Texto: Kelle Kristhiane Melo do Nascimento
(Presidente da CIPA)

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

'Flor-cadáver'

A flor tem um cheiro característico de carne podre.
Floresceu neste domingo (19), em Brumadinho, Minas Gerais, um exemplar da planta conhecida como ‘flor-cadáver’. Segundo o botânico Eduardo Gonçalves, esta é a primeira vez que esta espécie floresce na América Latina. O fenômeno, raro, está no viveiro do centro de arte e botânica Inhotim, na cidade da região central de Minas. O fenômeno foi registrado pela última vez no Japão, em julho de 2010.
Como o nome já anuncia, a floração da espécie Amorphophallus titanum, natural da Indonésia tem um cheiro característico de carne em estado de putrefação. Gonçalves, que é curador botânico de Inhotim, foi quem plantou a semente da planta rara, que virou uma espécie de batata, até virar a flor que está desabrochada neste domingo (19). Segundo ele, existem várias espécies de plantam que fedem, mas nenhuma atinge o tamanho da flor-cadáver, que pode chegar a três metros de altura.
“Várias flores têm cheiro ruim, mas são sempre pequenas. Geralmente, elas não causam o estardalhaço que esta causa. Ela tem cheiro ruim porque os polinizadores, ao contrário dos que os que a gente conhece, como borboleta, abelha, que gostam de cheiros agradáveis e bonitas cores, os polinizadores desta espécie são besouros e, ocasionalmente, moscas”, disse Gonçalves. O doutor em botânica explica que a planta conseguiu evoluir até reproduzir o cheiro de carne podre para enganar os besouros, de forma que eles fizessem a polinização para a perpetuação da espécie. O besouro, segundo o especialista, também é atraído pela cor interna da planta, que se assemelha à cor de carne em putrefação.
De acordo com Gonçalves, para que a planta atinja sua floração, ela própria se aquece, e produz substâncias que solta no ar em pequenos pulsos. Essas substâncias, sendo dois tipos delas as cadaverinas e as putrescinas, são o que faz com que sintamos o cheiro de podridão.
Apesar da aparência bem diferente, a ‘flor-cadáver’ é da família do copo-de-leite. Conhecida como a maior flor do mundo.
Mais informações no site

domingo, 19 de dezembro de 2010

Convite: CULTO DE NATAL (25/12 - 18.30hs)

IIGREJA ANGLICANA
PONTO MISSIONÁRIO PENTECOSTES
Diocese do Recife - Comunhão Anglicana

  

Convidamos você e sua família para, neste próximo dia 25/12, 
participar conosco do CULTO DE NATAL, e então celebrarmos
verdadeiro sentido do Natal: o Nascimento de Jesus.

Será uma noite com muito louvor, pregação da Palavra,
apresentação de dança e comunhão. Você será muito abençoado!

Data/Horário - 25/12, às 18:30 horas.
Local: R. Manoel G da Silva 78, Bancários - João Pessoa/PB (Veja o Mapa)

Na ocasião transmitiremos o vídeo ao vivo pelo site: www.anglicanapentecostes.com.br 

Aguardamos a sua presença.
Deus te abençoe,

Valdolirio Junior, ML
Ministro Encarregado PM Pentecostes
(83) 3235.2541 / 9631.5194 / 8640.5038

sábado, 18 de dezembro de 2010

A perigosa ligação entre o celular e a sua saúde

Nos últimos dez anos, o número de telefones celulares no país cresceu quase quatro vezes (?). Foi um salto de 5,5 milhões em 2000 para 20,5 (194,5) milhões de equipamentos em posse dos brasileiros, neste ano, chegando a marca de um aparelho por habitante. Mais do que uma necessidade, o celular chega a ser mania entre a população. 

No entanto, falta atenção para os problemas que esse “inocente” equipamento pode trazer à saúde, se usado de forma contínua e indiscriminada. Alguns estudos apontam para a evidência do câncer e de outras patologias relacionadas à radiação eletromagnética que o celular emite.

Especialistas defendem que a utilização excessiva pode ser danosa à saúde causando desde complicações leves até doenças graves, como o câncer. - estudos tentam comprovar este tipo de relação na literatura internacional. Por outro lado há especialistas que tentam mostrar o contrário. Um estudo desenvolvido por um grupo do setor de telecomunicações do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) revela que a radiação eletromagnética emitida pelos celulares afeta de forma direta regiões como a cabeça, pescoço e mãos.

O grupo de Telecomunicações e Eletromagnetismo Aplicado do Instituto realizou medições para identificar os níveis de energia que o celular emite sobre as regiões da cabeça, pescoço e mãos, e constatou que entre 60% e 70% da radiação fica concentrada nessas áreas do corpo, podendo ocasionar doenças. “Apesar de não ser radioativa, a energia que deveria sair para o espaço fica absorvida nesses pontos, provocando aquecimento. O desencadeamento de doenças varia de acordo com cada pessoa”, esclarece o professor do Instituto, Joabson Nogueira.

Os estudos mostram que os tecidos mais suscetíveis à energia liberada pelo celular, ao serem expostos ao campo eletromagnético em tempo prolongado, são aquecidos com maior intensidade podendo causar problemas. Nogueira informou, no entanto, que a penetração da onda do celular no corpo tem níveis muito baixos. “A energia se transforma em calor, gerando agravos à saúde”.

Por: Jacqueline santos
Jornal da Paraíba

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Meio Ambiente

Prefeitura cria parque e assina
desapropriação do Aeroclube

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, assinou na manhã desta quinta-feira (16) um decreto de desapropriação do Aeroclube da Paraíba, localizado no bairro do Bessa. Na ocasião, ele anunciou também a criação do Parque Linear Urbano Parahyba, que compreende boa parte da área a ser desapropriada e todo o espaço adjacente às margens dos canais existentes na região.
As negociações para a desapropriação devem começar já na próxima semana, segundo Luciano Agra. "Buscaremos fazer tudo de forma amistosa, pois sabemos que ambas as partes sairão ganhando com isso. É um projeto de interesse público, uma aposta no nosso futuro. Se não houver consenso, partiremos para o processo litigioso", afirmou o prefeito.
O projeto do parque, apresentado na reunião por técnicos da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), beneficiará a população local com espaços de preservação ambiental e equipamentos públicos de convivência. A área total do parque será de 66,15 hectares, dos quais 94% são terrenos públicos. Criado pela lei 11.854, sancionada em janeiro deste ano, o parque já estava previsto no Plano Diretor da Cidade, de 2008, e está sob a incidência do Código Florestal, códigos municipais de Meio Ambiente e de Urbanismo e Posturas, Conama e Lei da Mata Atlântica.
Parque – O Parque Linear Urbano Parahyba se insere dentro de um planejamento estratégico de políticas públicas para a preservação do meio ambiente. Para chegar ao projeto final, um grupo de trabalho interdisciplinar, formado por técnicos das secretarias de Meio Ambiente (Semam), Planejamento (Seplan) e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), realizou os estudos necessários para delimitação do espaço, o levantamento fotográfico, a sistematização dos dados e a pesquisa de campo, entre outras ações.
No projeto, estão listadas as espécies recomendadas para o paisagismo, a análise de drenagem e de solo, os impactos ambientais negativos, o uso e ocupação do solo, os aspectos sociais e as propostas de zoneamento. O parque terá ciclovias, pontes nos canais, jardins e iluminação apropriada. "Será mais um ambiente de convivência harmoniosa entre as pessoas e o meio ambiente, um espaço de lazer e também de preservação. Já fomos a cidade mais verde do país e hoje não estamos mais nem mesmo entre as cinco primeiras. A criação de parques também atende a essa necessidade", disse Luciano Agra.
Para a secretária de Planejamento da PMJP, Estelizabel Bezerra, o parque é um presente da prefeitura à população de João Pessoa. "Nossa diretriz é aliar o crescimento urbano e econômico ao equilíbrio ambiental. A criação de parques urbanos se insere neste contexto. Com a aceleração do desenvolvimento da cidade, é urgente que façamos esse planejamento", ressaltou.
Mais verde – O Governo Municipal tem investido na ampliação de parques como medida para valorizar a área verde da cidade e contribuir com a qualidade de vida dos pessoenses. No Parque Arruda Câmera, a Bica, estão sendo investidos mais de R$ 1 milhão na reforma e na implantação de novas atividades. Foi criado ainda o Parque do Cabo Branco e o Horto do Cidade Verde.
Matéria no site da Prefeitura de Jampa.
http://www.joaopessoa.pb.gov.br/noticias/?n=15886
Em relação ao acidente com uma aeronave monomotor esta semana que caiu na rua  durante uma tentativa de pouso no Aeroclube, a prefeitura informou que o acidente foi só mais um agravante para a decisão.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Senado aprova projeto que concede um dia de licença por ano ao trabalhador


Senado aprovou hoje projeto de lei que concede um dia de licença por ano, sem prejuízo à remuneração, para que o trabalhador possa tratar de assuntos particulares ou participar de atividade escolar dos dependentes matriculados no ensino fundamental ou médio. Para isso, o cidadão regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem que requerer a folga com pelo menos 30 dias de antecedência.

A matéria foi votado em turno suplementar pela Comissão de Assuntos Sociais e segue agora para avaliação da Câmara dos Deputados. No caso de ausência para participar de atividades escolares de filhos ou dependentes, o projeto abre brecha para que o período de tempo seja aumentado por acordo ou convenção coletiva de trabalho.

   Rafael Campos dos Santos
   Técnico de Segurança no Trabalho
Colunista da Cidade de Campina Grande - PB
                                rafaelcampostecseg@hotmail.com

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Contaminação por Cobre


O cobre é um mineral essencial ao funcionamento do nosso organismo. Porém, quando aumentado causa intoxicação. A intoxicação por cobre pode ocorrer devido à contaminação de cobre na água, absorção através da pele e níveis insuficientes de elementos que competem com o cobre nos locais de absorção intestinal como o zinco e o molibdênio. Na deficiência de zinco, geralmente o cobre encontra-se aumentado. O cobre pode estar aumentado devido ao uso de contraceptivos orais ou ao uso de Dispositivo Intra Uterino com fio de cobre.

Como o cobre deposita-se preferencialmente no cérebro e no fígado os sintomas encontrados são inicialmente decorrentes do comprometimento destes dois órgãos. Sintomas do excesso de cobre ligados as alterações cerebrais incluem: distúrbios emocionais, depressão, nervosismo e irritabilidade, sintomas semelhantes aos do mal de Parkinson e alterações semelhantes a esquizofrenia e a outros distúrbios psiquiátricos. Outras alterações ligadas ao excesso de cobre: fadiga, dores musculares e nas juntas, anemia hemolítica, queda de vitamina A, necrose hepática, icterícia e lesão renal. Além disso, o aumento de cobre está associado ao aumento de radicais livres.
BIBLIOGRAFIA
  • Modern Nutrition in health and disease. 18º Edition. 1994. Maurice E Shils, James ª Olson and Moshe Shike.

Doces Feitos em Tachos de Cobre Faz Mal à Saúde.



A produção de doces em tachos de cobre é uma tradição em Minas Gerais. Há no estado, além de indústrias, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais, pessoas que fabricam doces de frutas artesanalmente e seguem tradições seculares. São costumes familiares que podem se perder por causa de uma restrição aos utensílios de cobre. A Vigilância Sanitária Estadual de Minas, baseada em uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), proibiu o uso de utensílios de cobre na produção alimentícia. Pois, segundo a vigilância, a absorção excessiva do metal provoca desordens neurológicas e psiquiátricas, danos no fígado, nos rins, nervos e ossos e perda de glóbulos vermelhos.

No Mercado Central, em Belo Horizonte, não é difícil encontrar lojas que vendem tachos de cobre. Os comerciantes afirmam que a procura é grande. São vendidos tachos para todo o Brasil e também para o exterior. Em uma das lojas, os vasilhames recebem o banho de estanho. 

Dessa forma, de acordo com a normatização da Anvisa, os utensílios de cobre podem ser usados. Sobre o uso doméstico, a autoridade sanitária da vigilância estadual, Joana Dalva, diz que se o tacho não tiver o revestimento de estanho, “não é aconselhável ter uma panela para fazer o alimento”. Mas Joana acredita que “quem usa sabe como tem que fazer, é uma coisa tradicional”. A doceira Dona Gasparina tem tachos de três gerações – herdados da sogra – em sua cozinha. Ela usa sal e vinagre para limpar seus vasilhames. Já Dona Lucinha usa sal e limão capeta.

Fonte: G1 MG


sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Confraternização de final de ano do Grupo Rural e CPR-PB.


Programação:

Abertura pelo Superintendente Regional do Trabalho e Emprego – PB, Dr. Inácio Machado de Souza Filho;







Palestra com a Profª. Maria Silene do DEP/CT/UFPB;

Professora, Doutora do Departamento de Engenharia de Produção da UFPB;

Avaliação de ações das áreas em 2010;

Sorteio de brindes;

Coquetel de encerramento.

“Agradecemos a todos (as) que compareceram à confraternização conjunta (área rural - construção) de final de ano na SRTE, realizada ontem, contando com a participação de representantes das empresas, trabalhadores e organizações que atuam na área de SST.
 
Aos que não puderam estar presentes nossas saudações e votos de um ano novo de luz, paz, força e ânimo no Deus da vida que chega, mais uma vez, para estar conosco, no Natal.
 
O tempo passou depressa, mas  pudemos manter nosso processo de diálogo social, no âmbito das nossas organizações, visando ações efetivas de melhorias das condições de trabalho no campo que é uma busca contínua. 


Precisamos valorizar as conquistas, enfrentar as falhas, vencer os limites e dar a nossa contribuição, para que os frutos colhidos do trabalho de criar e cultivar sejam melhor repartidos entre todos que participam deste processo, no campo.
Abraços e um ano novo de luz e paz”.

Ana Mércia  e  Ribamar
Auditor (a) Fiscal - Coordenação.

CPR-PB elege Coordenação / 2011

E CONTINUA A LUTA POR OBRAS SEGURAS E SAUDÁVEIS

Coordenador:  José Hélio Lopes Batista (FUNDACENTRO-PE)
Vice-coordenador:  Ruy Carlos Martins (Construtora Gabarito)
1º secretário:  Fábio Barbosa de Sousa (SENAI-Escola Construção Civil/Bayeux)
2ª secretária:  Gislaine Ferreira da Nóbrega (Técnica de Segurança do Trabalho)

      CALENDÁRIO DAS REUNIÕES ORDINÁRIAS EM 2011

15 fevereiro      15 março
12 abril              10 maio
14 junho            12 julho
09 agosto          13 setembro
11 outubro         08 novembro
13 dezembro

 Horário:  14 horas
 Local:  SINDUSCON-João Pessoa

   VIDA DE GRUPO                                                
    " Vida de grupo dá muito trabalho e muito prazer
 
Porque eu não construo nada sozinho

    Tropeço a cada instante com os limites do outro e os meus próprios

    Na construção da vida, do conhecimento, da nossa história ".

             (Madalena Freire)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...