sábado, 24 de fevereiro de 2018

Semam e Ibama realizam reunião para tratar situação do Rio Gramame

Secom -JP Gilberto Firmino
O objetivo do encontro foi debater o vazamento de soda cáustica nas águas do rio – fato que ocorreu no dia 9 de fevereiro.

Por Edificar - Rômulo Teodorico

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), se reuniu, na tarde desta quinta-feira (22), com representantes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para discutir a situação do Rio Gramame. A reunião aconteceu na sede da Superintendência do Ibama.

O objetivo do encontro foi debater o vazamento de soda cáustica nas águas do rio – fato que ocorreu no dia 9 de fevereiro, buscando uma solução para o problema e como será realizado o acompanhamento e a fiscalização. A Semam tem contribuído junto ao Ibama no fornecimento de dados, estudos técnicos e na fiscalização.

“O que ocorreu trouxe prejuízos irreparáveis para o município de João Pessoa. Por isso a importância dessa reunião, para que pudéssemos conectar esses entendimentos e chegarmos a uma conclusão do caso”, afirmou o secretário da Semam, Aberlado Jurema, destacando ainda a importância do rio para os moradores da região e da população em geral.

De acordo com o superintendente do Ibama, Bartolomeo Amaral, foi analisado a extensão do acidente e realizado uma vistoria geral no local. Os procedimentos estão sendo feitos e os relatórios finalizados. “As solicitações foram feitas pelos nossos técnicos para que a Cagepa tomasse a iniciativa na qual não se repetisse o dano. A previsão de quanto o rio vai voltar a sua normalidade não pode ser feita no momento”, disse.

Vazamento – O acidente foi motivado pela vazão de soda cáustica da estação de tratamento da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), localizada no Conde. A Defesa Civil deixou o alerta para a população, que até um aviso da normalização do rio os moradores devem evitar o uso da água para banho e consumo.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

IFS seleciona professores de Logística e Segurança do Trabalho

Por G1 SE

O Instituto Federal de Sergipe (IFS) está com inscrições abertas até o dia 28 de fevereiro, para o processo seletivo simplificado para contratação de professores substitutos nas áreas de Logística e Segurança do Trabalho. Está disponível uma vaga para docente Logística, no campus Itabaiana, com carga horária de 40h. No Campus Lagarto há uma vaga para professor de Segurança Trabalho que deve cumprir uma carga horária semanal de 40h.


A taxa de inscrição é de R$ 50 e deve ser paga até o dia 28 de fevereiro, em espécie somente nas agências do Banco do Brasil, no horário bancário, através da GRU. O resultado preliminar será divulgado no dia 06 de março, no site do IFS.

Segurança no trabalho em altura - NR 35

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Quando o lúdico e a prevenção se juntam pela segurança dos carnavalescos

Por: Eli Almeida

Após uma série de acidentes ocorridos em barracões e desfiles das escolas de Samba em carnavais anteriores, o CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) do Rio de Janeiro, para este ano estabeleceu critérios técnicos e acompanhou todo trabalho de montagem dos carros alegóricos das escolas de samba.

O objetivo é garantir segurança para todos os componentes das agremiações carnavalescas que abrilhantam a mais tradicional festa popular do país.

Ação da instituição é louvável uma vez que as agremiações passaram a montar seus carros alegóricos com outra visão de segurança para seus integrantes, antes excluídas pelos dirigentes.

O profissionalismo, como forma de garantir proteção para todos e sucesso das agremiações, é um dos itens de prioridade, tudo para evitar situações que venham prejudicar suas apresentações na Sapucaí.

De acordo com o CREA/RJ, o trabalho de construção dos carros alegóricos nos barracões era artesanal e com poucos engenheiros. Neste carnaval o número, por recomendação do órgão, contou com 18 profissionais de diversas áreas da engenharia, antes esse trabalho era acompanhado por apenas 06 engenheiros.

Este ano para o acompanhamento das montagens de carros alegóricos foram empregados engenheiros elétricos, mecânicos, civis, de segurança do trabalho, dentre outras engenharias.

O trabalho preventivo começou no mês de outubro do ano passado, desse período até agora foram vistoriados e feitos mudança nos carros e atestados, conforme critérios definidos pelo CREA carioca.

Outra mentalidade que se inicia entre a festa lúdica e a segurança dos carnavalescos.


Terminado a festa as ligas que representam as escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo juntamente com o CREA e outros órgãos, dentre eles a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) estarão dando prosseguimento a discussões para criação de normas técnicas para os carros alegóricos.

TRT mantém justa causa de empregado que não usava EPIs

Fonte: TRT23 - 15/02/2018

Após se negar a utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e ignorar diversas medidas de segurança, um trabalhador de uma empresa de cimento foi dispensado por justa causa. A decisão tomada pelo empregador foi considerada acertada pelo TRT de Mato Grosso, que analisou o caso recentemente.

O ex-empregado foi contratado como operador de produção, cargo que ocupou entre janeiro de 2015 e agosto de 2016, quando foi dispensado. Não concordando com a medida, ele recorreu ao judiciário trabalhista.

No processo, a empresa explicou que a demissão ocorreu por falta grave, após o trabalhador já ter sido advertido algumas vezes pela conduta irregular. Conforme os relatórios da técnica de segurança da companhia de cimento, o ex-empregado descumpriu por diversas vezes normas de segurança, se colocando em risco de sofrer um acidente.

Além disso, o documento apresentado nos autos mostrou que o trabalhador foi advertido por não participar dos Diálogos Diários de Segurança, eventos de conscientização promovidos pela empresa, além de não cumprir normas de segurança e uso dos equipamentos.

A empresa apresentou ainda a cópia de uma lista de presença de um treinamento sobre uso de EPIs, comportamento seguro e outros temas sobre saúde e segurança, para comprovar que o trabalhador tinha condições de cumprir as regras de segurança para realizar suas atividades, mas não o fez.

O próprio trabalhador admitiu em seu depoimento que já havia recebido uma advertência e uma suspenção. Também reconheceu que no local de trabalhado havia placa indicativa sobre quais cuidados deveriam ser tomados no desempenho da função, mostrando que a empresa orientava corretamente.

Todos esses fatos comprovados no processo levaram a 1ª Turma do TRT a manter a dispensa por justa causa do trabalhador. Segundo o relator do processo, desembargador Edson Bueno, foram observados os requisitos para a demissão por motivo justo e a empresa, por sua vez, agiu com ponderação e razoabilidade.

Utilização do EPI

O Equipamento de Proteção Individual é fornecido ao trabalhador para protege-lo dos riscos a sua saúde existentes no ambiente de trabalho. Conforme a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), é obrigação das empresas cumprir as normas de saúde e segurança e instruir os empregados sobre as precauções necessárias para evitar acidentes.

Além disso, a simples entrega do EPI pelo empregador não é o bastante para eliminar ou diminuir o agente nocivo, sendo obrigação da empresa supervisionar a correta utilização do equipamento, conforme a súmula 289 do TST.

O texto legal também estabelece aos empregados a obrigação de observar as normas de segurança e as instruções fornecidas por seus superiores. Quando não seguidas, elas dão motivos para sua demissão por justa causa.


Pje: 0001174-03.2016.5.23.0007

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Concurso PETROBRAS 2018: Saiu o novo edital com 666 vagas para nível médio e superior

Novo edital da Petrobras conta com oportunidades para níveis médio e superior; Inscrições seguem até 05 de março

VAGAS PARA ARACAJU, JAPARATUBA, CARMÓPOLIS E LARANJEIRAS.

Saiu o novo edital de concurso da Petrobras Petróleo Brasileiro S.A (Concurso PETROBRAS 2018). De acordo com o documento publicado pela organizadora do certame, a Fundação CESGRANRIO, serão oferecidas nada menos que 666 vagas, sendo 111 para contratação imediata e 555 preenchimento na modalidade cadastro reserva. As oportunidades serão destinadas a candidatos de ensino médio e superior. Os aprovados serão contratados sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

De acordo com o edital de concurso PETROBRAS 2018, as vagas serão destinadas aos cargos de Enfermeiro(a) do Trabalho Júnior (30 vagas), Engenheiro(a) de Equipamentos Júnior – Elétrica (20 vagas), Engenheiro(a) de Equipamentos Júnior – Eletrônica (20 vagas), Engenheiro(a) de Equipamentos Júnior – Inspeção (15 vagas), Engenheiro(a) de Equipamentos Júnior – Mecânica (30 vagas), Engenheiro(a) de Meio Ambiente Júnior (05 vagas), Engenheiro(a) de Petróleo Júnior (55 vagas), Engenheiro(a) de Processamento Júnior (25 vagas), Engenheiro(a) de Segurança Júnior (15 vagas), Engenheiro(a) Naval Júnior (20 vagas), Geofísico(a) Júnior – Física (10 vagas), Geofísico(a) Júnior – Geologia (05 vagas), Geólogo(a) Júnior (20 vagas), Médico(a) do Trabalho Júnior (30 vagas), Químico(a) de Petróleo Júnior  (05 vagas), Técnico(a) de Administração e Controle Júnior (80 vagas), Técnico(a) de Comercialização e Logística Júnior (30 vagas), Técnico(a) de Exploração de Petróleo Júnior – Geologia (10 vagas), Técnico(a) de Inspeção de Equipamentos e Instalações Júnior (15 vagas), Técnico(a) de Logística de Transporte Júnior – Controle (15 vagas), Técnico(a) de Logística de Transporte Júnior – Operação (15 vagas), Técnico(a) de Manutenção Júnior – Instrumentação (05 vagas), Técnico(a) de Segurança Júnior (15 vagas), Técnico(a) de Suprimento de Bens e Serviços Júnior – Administração (50 vagas), Técnico(a) de Suprimento de Bens e Serviços Júnior – Mecânica (05 vagas) e Técnico(a) Químico de Petróleo Júnior (15 vagas).

As oportunidades são para lotação em Alagoinhas/BA, Araçás/BA, Camaçari/BA, Candeias/BA, Catu/BA, Entre Rios/BA, Maragogipe/BA, Salvador/BA, São Francisco do Conde/BA, São Sebastião do Passé/BA, Belo Horizonte/MG, Betim/MG, Ibirité/MG, Aracaju/SE, Carmópolis/SE, Japaratuba/SE, Laranjeiras/SE, Coari/AM, Manaus/AM, Araucária/PR, Curitiba/PR, São Mateus do Sul/PR, Canoas/RS, Osório/RS, Porto Alegre/RS, Rio Grande/RS, Macaé/RJ, Angra dos Reis/RJ, Duque de Caxias/RJ, Itaboraí/RJ, Rio de Janeiro/RJ, Seropédica/RJ, Bertioga/SP, Cubatão/SP, Guarujá/SP, Itanhaém/SP, Santos/SP, Barueri/SP, Guarulhos/SP, São Caetano do Sul/SP, São Paulo/SP, Anchieta/ES e Vitória/ES.

Inscrição Concurso Petrobras 2018
Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até as 23 horas e 59 minutos do dia 05 de março de 2018, no site oficial da organizadora do concurso. A taxa de inscrição custará R$47,00 para nível médio e R$67,00 para nível superior.

Provas Concurso Petrobras 2018
As provas objetivas serão aplicadas no dia 08 de abril de 2018 nas cidades de Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macaé/RJ, Maceió/AL, Manaus/AM, Mauá/SP, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santos/SP, São José dos Campos/SP, São Luís/MA, São Mateus/ES, São Mateus do Sul/PR, São Paulo/SP e Vitória/ES.

Conteúdo Programático do Concurso

CONHECIMENTOS BÁSICOS – NÍVEL SUPERIOR

LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação textual. Aspectos semânticos: adequação vocabular, denotação, conotação, polissemia e ambiguidade. Emprego dos sinais indicativos de pontuação: vírgula, ponto, ponto e vírgula, dois-pontos, reticências, aspas, travessão e parênteses. Emprego do acento indicativo de crase. Coesão e coerência textuais: mecanismos linguísticos de conexão e sequência lógica entre as partes do texto (coesão referencial, lexical, sequencial e temporal); paralelismo sintático e paralelismo semântico. Relações de coordenação, correlação e subordinação entre orações e termos das orações. Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise). Concordância verbal e nominal. Regência verbal.

LÍNGUA INGLESA: Compreensão de texto escrito em língua inglesa. Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

CONHECIMENTOS BÁSICOS – NÍVEL MÉDIO

LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação textual. Pontuação: emprego da vírgula. Emprego do acento indicativo de crase. Ortografia (escrita correta das palavras e acentuação gráfica – em conformidade com o novo acordo ortográfico). Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise). Uso dos pronomes relativos. Concordância verbal e nominal. Regência verbal. Uso das palavras: porque, por que, por quê e porquê; que; se; há e a. Classes das palavras e suas funções sintáticas

MATEMÁTICA: Teoria dos Conjuntos. Conjuntos Numéricos. Relações entre conjuntos. Funções exponenciais, logarítmicas e trigonométricas. Equações de 1º grau. Equações Polinomiais reduzidas ao 2º grau. Equações exponenciais, logarítmicas e trigonométricas. Análise Combinatória: permutação, arranjo, combinação. Eventos independentes. Progressão Aritmética. Progressão Geométrica. Matrizes. Determinantes. Sistemas Lineares. Trigonometria. Geometria Plana. Geometria Espacial. Geometria Analítica: equação da reta, parábola e círculo. Matemática Financeira: capital, juros simples, juros compostos, montante.

Informações do concurso
Concurso: PETROBRAS
Banca organizadora: CESGRANRIO
Escolaridade: médio e superior
Número de vagas: 666
Remuneração: até R$10mil
Inscrições: até 05 de março de 2018
Taxa de Inscrição: R$47,00 para nível médio e R$67,00 para nível superior.
Provas: 08 de abril de 2018

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...