segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Reunião do PGC PB

Em Goiás, 10% das mortes por acidente de trabalho são de trabalhadores da construção civil

Acidentes em obras podem ser evitados com uso de equipamentos de segurança e treinamentos realizados com a equipe, segundo especialista.

Juliana França*

Em Goiás, 10% das mortes por acidente de trabalho são de trabalhadores da construção civil.

Segundo dados da Previdência Social, cerca de 10% das mortes causadas por acidentes de trabalho em Goiás, são de trabalhadores da construção civil. Entre 2013 e 2015, o número de acidentes fatais em obras no Brasil passou de 62 mil para 41 mil, o que corresponde a uma queda de 34% dos óbitos.

De acordo com o professor de Segurança do Trabalho da Escola de Engenharia Civil e Ambiental (EECA), da Universidade Federal de Goiás (UFG), Ulisses Ulhôa, quedas em altura, cortes e traumatismos são os principais acidentes em obras. Segundo ele, esses acidentes podem ser evitados com o uso de equipamentos de segurança e treinamentos realizados com a equipe.

“Os acidentes em obras ocorrem por falta da implantação e manutenção das Normas de Segurança obrigatórias nos canteiros de obras, principalmente falta de treinamentos eficientes para os gerentes e empregados. Além disso, a falta de uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC’s) e a falta da gerência da obra considerar a área de Segurança como prioritária contribuem para que esses acidentes ocorram”, explicou Ulisses.

O professor disse ainda que as normas de segurança do trabalho têm se tonado mais exigentes com o passar dos anos. “Nas empresas comprometidas com a segurança, a fiscalização é bem rigorosa, há bastante treinamento quanto ao uso dos equipamentos de segurança, bem como a distribuição desses equipamentos aos empregados”, explicou.

Exigências

Com as normas de segurança cada vez mais exigentes, as empresas têm se esforçado para diminuir as ocorrências de acidentes em suas obras. Segundo a supervisora de Segurança do Trabalho da EBM Desenvolvimento Imobiliário, Franscisca Francicleide da Silva, o maior desafio da empresa é conscientizar a equipe de utilizar os equipamentos de proteção obrigatórios. “Hoje os trabalhadores já são mais conscientes. Nós apresentamos os riscos e os acidentes que podem acontecer para que eles tenham uma preocupação maior em proteger a própria vida. Entretanto, existem alguns trabalhadores que resistem ao uso dos equipamentos. Quando isso acontece eles são desligados da equipe”, contou a profissional.

De acordo com o engenheiro de segurança do Grupo Toctao, Willy Chagas Santana, o investimento em segurança do trabalhou aumentou bastante nos últimos anos. “As empresas entenderam que esse investimento é importante, pois ele diminuiu mais de 50% do indicador de acidentes nos canteiros de obras”, contou. O engenheiro disse ainda que as empresas tem implantado um sistema de gestão com treinamento e capacitação especializada para os trabalhadores entenderem a importância da segurança do trabalho.


Dados

Entre 2013 e 2015, o número de acidentes de trabalho no País passou de quase 725 mil para 612 mil ocorrências, uma queda de 14%, segundo dados da Previdência Social. Goiás aparece em 7º lugar nacional em número absoluto de óbitos quando o assunto é acidente de trabalho: uma média 123 trabalhadores morrem no Estado todos os anos durante o exercício da profissão.

Em Goiás, 45% das mortes de acidente do trabalho são de pessoas que estão se deslocando de casa para o trabalho ou do trabalho para casa. Em segundo lugar estão os motoristas de carga, que representam 15% dos óbitos, seguidos pelos trabalhadores da construção civil, que somam outros 10% dos acidentes fatais. A Previdência Social ainda não divulgou dados quanto ao número de acidentes de trabalho em 2016.

*Juliana França é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Auditor Fiscal do Trabalho, Einstein Coutinho de Almeida, Presidente do SINAIT/Paraíba.

FUNDACENTRO/PE encerra o ano promovendo e participando de vários eventos.

Capacitação sobre riscos à saúde em radiologia diagnóstica - Recife/PE, 7 a 10 de novembro - O curso “Avaliação e controle de riscos à saúde em radiologia diagnóstica”, uma parceria entre o Centro Regional de Ciências Nucleares do Nordeste e a Fundacentro, teve o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social de Pernambuco. Com carga horária de 16 horas, participaram da capacitação 35 técnicos em radiologia, fiscais sanitários e profissionais de segurança do trabalho lotados em estabelecimentos de saúde.

A atividade foi coordenada por Cláudio Menezes (CRCN/NE) e José Hélio Lopes (Fundacentro/PE).
Ação voltada aos riscos no trabalho em poços artesianos - João Pessoa/PB, 14 de novembro - Representantes do Instituto de Polícia Científica, Fundacentro/PE, Ministério do Trabalho, Cerest/PB, Ranger SMS e Trajano’s Engenharia se reuniram para discutir ações voltadas aos riscos em espaços confinados, mais precisamente no trabalho em poços e cisternas. Será realizado no próximo ano um seminário no município de Barra de São Miguel, Cariri Paraibano, onde 4 trabalhadores morreram em 2017 durante serviço de limpeza de um poço artesiano. Neste evento, será divulgada a conclusão do inquérito policial sobre o acidente e lançado um folheto educativo sobre os perigos no trabalho nesses ambientes.
Coordenação da reunião do CPR-PB - João Pessoa/PB, 14 de novembro -  O Comitê Permanente Regional sobre Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção da Paraíba (CPR-PB), coordenado pelo educador José Hélio Lopes (Fundacentro/PE), realizou sua 233ª reunião ordinária.
Na pauta, um balanço das ações realizadas este ano pelo grupo e o início do planejamento para 2018.

O CPR-PB abriga atualmente 14 entidades e dezenas de profissionais, o que lhe confere um caráter interinstitucional e de representatividade social.
 

IV Congresso Pernambucano do Trabalho Seguro

I Congresso Pernambucano de Combate ao Trabalho Infantil - Olinda/PE, 22 a 24 de novembro - Reunindo mais de 600 participantes no Centro de Convenções de Pernambuco, tais eventos foram promovidos pelo Grupo de Trabalho Interinstitucional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Getrin6), coordenado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região. A Fundacentro se fez representar na mesa de abertura pelo diretor Maurício José Viana e contribuiu com 2 palestras: “Concepção sistêmica dos acidentes do trabalho” (conduzida pelo engenheiro Luiz Antonio de Melo) e “A saúde dos trabalhadores da saúde: uma reflexão sobre a NR-32” (proferida pelo educador José Hélio Lopes). Também marcaram presença no evento Marcelo Alexandre Vasconcelos (chefe substituto) e Roberto Cunha Dantas (tecnólogo). Como integrante do Getrin6, a Fundacentro participou de todo o processo de construção dos 2 congressos, além de disponibilizar ao público um estande com suas publicações.
 

Palestra com alunos do curso de Segurança do Trabalho - Recife/PE, 27 de novembro - O tecnólogo Roberto Cunha Dantas ministrou palestra na unidade sede do Centro de Ensino Grau Técnico, como parte da celebração do dia alusivo ao Técnico e ao Engenheiro de Segurança do Trabalho. Estiveram presentes 42 alunos e o tema abordado foi “As normas regulamentadoras e a atuação do Técnico de Segurança em uma empresa”.
Coordenação da reunião ordinária do CPN - São Paulo/SP, 29 de novembro - O Comitê Permanente Nacional sobre Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção (CPN), coordenado pelo engenheiro Maurício José Viana (Fundacentro/PE), aprovou o novo texto sobre instalações elétricas relativo ao subitem 18.21 da NR-18. Os representantes do governo, dos trabalhadores e dos empregadores vinham se debruçando sobre essa temática há vários meses.
Encontro dos Cerests da Região Nordeste - Recife/PE, 28 a 30 de novembro - A Fundacentro participou do “VI Encontro Macrorregional Nordeste em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora”, que reuniu 150 participantes de vários estados na capital pernambucana.

Duas ações exitosas, selecionadas para apresentação na plenária final, tiveram a colaboração do educador José Hélio Lopes: “Atuação do CEREST no fortalecimento das Comissões Intersetoriais de Saúde do/a Trabalhador/a” e “Ações de promoção à saúde realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Olinda para a população trabalhadora de postos de revenda de combustíveis”.
Lançamento dos resultados da pesquisa sobre condições de trabalho dos servidores da saúde - Recife/PE, 29 de novembro - A pesquisa traçou um diagnóstico das condições de trabalho dos servidores federais da saúde nos hospitais e policlínicas do Recife, a partir de 279 entrevistas realizadas. Resultou de demanda à Fundacentro apresentada pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social de Pernambuco.

O estudo foi conduzido pelos especialistas José Hélio Lopes, Gilson Lúcio Rodrigues e Luiz Antonio de Melo (Fundacentro/PE), além de André Santiago Maia (Fundacentro/BA).

Os autores concluíram que os modelos de gestão, somados às condições organizacionais e físicas do trabalho, favorecem o adoecimento dos servidores e a potencialização dos acidentes.

O evento reuniu 60 participantes, entre dirigentes sindicais, servidores da saúde e profissionais ligados à área de segurança e saúde no trabalho. O tecnólogo Roberto Cunha Dantas representou a entidade na abertura.

Ação educativa com trabalhadores da construção civil - Jaboatão dos Guararapes/PE, 15 de dezembro - O educador José Hélio Lopes vai conduzir ação educativa intitulada “Meu trabalho tem valor, minha saúde não tem preço” durante a abertura da Mega SIPAT Pernambuco da MRV Engenharia. A previsão da organização do evento é reunir 600 trabalhadores e gestores da empresa construtora.

Solenidade de doação à Fundacentro de milhares de livros - Recife/PE, 21 de dezembro 85 anos de vida, cidadã do Recife, auditora fiscal do trabalho aposentada e pioneira da Medicina do Trabalho no Norte/Nordeste.
Esta é a Drª Jandira Dantas Machado, que doou à Fundacentro/PE seu acervo pessoal de mais de 2.200 livros na área de segurança e saúde no trabalho. Uma solenidade pública no referido dia, a partir das 9 horas, no auditório da entidade, vai marcar este gesto de grandeza e desprendimento.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Programa de Proteção Respiratória PPR


A LUAR Engenharia traz pra Campina Grande, para fechar 2017 com chave de ouro, profissional especializado em Espaços Confinados e Proteção Respiratória com ampla experiência em Gestão de Riscos atuando pelas empresas RANGER SMS e MÁXIMO SMS de Recife - PE para debates técnicos com a comunidade prevencionistas e empresários interessados sobre a 4º edição do Programa de Proteção Respiratória PPR da FUNDACENTRO e ensaios de vedação (Qualitativo e quantitativo). Venha fazer parte dessa corrente prevencionista do bem. VAGAS LIMITADAS. INSCRIÇÕES EM CONTATO@LUARENGENHARIA.COM ou 3065-5978 (FALAR COM LEDA DAS 8:00 AS 12:00). Maiores informações no whatsapp 8700-7078 / 8877-1577. Inclui certificado de 3 horas.
Mensagem de Leandro Arruda, Engenheiro de Segurança do Trabalho.

Feliz em poder ter realizado mais um evento prevencionista na nossa Cidade. Feliz por todo o feedback recebido dos colegas que se fizeram presentes.

Trazer informações relevantes pra os diversos profissionais que atuam ou que irão atuar na área buscando a preservação de vidas nos diversos locais de trabalho também é uma responsabilidade social da nossa empresa, LUAR Engenharia.

Muito orgulhoso em poder ter reunido um time de grandes nomes do nosso estado e de estado vizinhos para trocar conhecimento com todos os presentes no evento.

Em primeiro lugar agradecer a DEUS pela oportunidade de poder estar realizando esse tipo de ação, agradecer a Associação Comercial de Campina Grande na pessoa de Welton Oliveira pelo apoio, ao Augusto Santos da RANGER SMS e MÁXIMO SMS pela parceria de sempre e por fim a todos os presentes pela confiança no nosso trabalho.

Arrecadamos cerca de 200 quilos de alimentos que serão doados no próximo dia 22/12 em comunidades carente da nossa região. Informação para prevenção e para solidariedade!

2018 vem ai cheio de novidades boas! Se Deus quiser!


#luarengenharia #valeu2017 #prevenção

Registro fotográfico



quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Encontro de Agroecologia e Agricultura Orgânica na Paraíba.



José Anchieta, Presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias das Construções Civil, Pesada e do Mobiliário do Estado da Paraíba, fez comentários sobre a importância do encontro para os trabalhadores e empresariados em parcerias; Reencontro de amigos trabalhadores, sindicalistas, despertando o compromisso dos empresários no tocante ao bem-estar dos labutadores e o prejuízo que a reforma trabalhista trouxe para o desmonte do movimento sindical, terceirização que prejudica a relação capital trabalho.      

Encontro de Agroecologia e Agricultura Orgânica na Paraíba.



Dr. Paulo Germano, Procurador do Ministério Público do Trabalho da Paraíba, falou sobre a valorização e reconhecimento da empresa que investe em sustentabilidade na defesa do meio ambiente e na saúde da sociedade.

A exemplo da Serra Limpa, empresa padrão referência em produtos orgânicos que aquilata as condições de saúde e segurança do trabalhador rural.

Fez citações a demanda da sociedade mundial nas exigências de alimentos saudáveis sem agrotóxicos, defensivos agrícolas e artificializados.

Menções a importância da proteção individual e coletiva na preservação da saúde do trabalhador na aplicação de agrotóxicos proibidos em outros países e entram no Brasil clandestinamente.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...